VIRA-BOSTA

No meu quintal tem tico-tico e vira-bosta 
Tem periquito, papagaio e tangará 
Tem cajueiro, mamoeiro e abacateiro 
E tem um pé de bananeira que é pra gente se abaná

No meu quintal é só plantá que tudo cresce 
A terra é boa e nem precisa de adubá 
Já plantei porco pra poder colher linguiça 
E vou plantá perna de moça que é pros bobo se babá

Além do canto do canário Volkswagen 
Emocionante o relincho de um corcel 
Que o meu olhar estranhamente agradecido 
Se embaçou de comovido e nunca mais eu vi o céu

O meu quintal fica no centro da cidade 
Quase do lado do Viaduto do Chá 
Como se vê o clima é bom e o ar é puro 
Só falta é fazer o muro que é pro povo não me olhar