URUBU

Urubu, meu companheiro,
Te achei numa charneca
Com as asas machucadas, te levei pra minha casa.
Te guardei numa gaiola
Para enfeitar a sala,
Sobre ti a noite  negra, urubu, canta pra gente.

oooooooooooohhhhhh

No inveje os outros cantos,
Outras plumas e outras cores,
Que de todos s o primeiro,
Urubu tu s to negro.
Se no h quem te escute,
Eu te escuto e te traduzo,
O teu canto tem mais vida,
Urubu, canta um pouquinho.

ooooooooooooooohhhhh

Se eu te dou banana e alpiste, 
tu vomitas, endoidece, 
mas se for carne estragada,
Bate as asas e agradece.
Quem diz que urubu no canta,
Quem faz pouco do que eu digo,
para quem no cr em nada, 
urubu, mais um pouquinho. 

ooooooooooooohhhhhhhhhhhhh

Eu vou te deixar agora,
Com meu corao partido,
Voa pelo mundo  fora,
Cumpra teu honroso ofcio.
Achars pelo caminho
Bois, cachorros, criancinhas,
O serto  aqui, agora,
Urubu, mais um pouquinho. 

oooooooooooooooooohhhhhhhhhhh
 

Urubu: Coragyps atratus