Saí-de-pernas-pretas

Dacnis nigripes

Black-legged Dacnis

 

Distribuição Geral

 

ES, RJ, SP, PR, SC (BirdLife International 2000). Endêmica da Mata Atlântica, com distribuição dispersa pela região costeira. Tem uma extensão de ocorrência estimada de 111063 km2, e tem como centróide de sua distribuição 23º16’S, 45º18’W (Cordeiro 2001).

 

Populações

 

Estimada em 2.500-10.000 indivíduos em declínio (BirdLife International 2000).

 

Ecologia

 

Mata Atlântica primária e secundária alta, do nível do mar até 1700 m (BirdLife International 2000). A altitude média dos pontos de sua ocorrência foi estimada em 470 m (Cordeiro 2001). Alimentam-se de néctar e insetos (Sick 1997), também pequenas frutas e sementes (BirLife International 2000). Parece se movimentar sazonalmente, ou erraticamente, provavelmente em busca de alimento. É frequentemente visto em bandos mistos e podem apresentar concentrações em certos períodos (BirdLife International 2000).

 

Ameaças

 

Possivelmente pelo desflorestamento (Ridgely & Tudor 1989). Perda do hábitat, captura, esta última pode ser favorecida pela concentração periódica de indivíduos. (BirdLife International 2000).

 

Medidas tomadas

 

Indicadas cinco áreas-chave para sua preservação no Estado (Wege & Long 1995).

 

Medidas propostas

 

Indicadas cinco áreas-chave para sua preservação no Estado: EEx. de Ubatuba, PE Intervales, PE Alto Ribeira, APA de Ilha-Comprida e Cananéia, PE Ilha do Cardoso (Wege & Long 1995).

Investigar os movimentos sazonais, proteger de fato as áreas onde ocorre, banir a captura na natureza (BirdLife International 2000).

 

Nível de ameaça

 

BirdLife International 2000: Vulnerável. C1; C2a.

São Paulo (2018): NT

 

Preservação ex-situ